quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Respiração - Remédio que ajuda!

No processo de respiração consciente e tranquila, ás vezes, sem poder remediar, um sorriso se desenha em nossos lábios.

A cada emoção ou estado de espírito corresponde uma forma de respirar. Assim temos a respiração da raiva, a respiração ansiosa etc. É possível induzir estes estados através da simples forma de respirar. Portanto, também existe uma respiração serena, que induz a serenidade. É preciso buscá-la nos momentos de desequilíbrio.

Este exercício simples pode ser realizado sentado ou deitado.
Inale lenta e profundamente (em média contando mentalmente até 10), permitindo assim que seu diafragma descenda e seu ventre dilate. Depois deixe que uma onda de ar ascenda a partir de seu abdome, enchendo as partes intermediária e superior do peito. Durante a expiração deixe que a onda desça até o seu ventre. Dê um pequeno intervalo entre a expiração e uma nova inspiração (mais 10). Um momento de parada (conte mais 10). Preste atenção nele. Repita o ciclo. Com o tempo vá aumentando o tempo de cada

"Mediante a prática desta respiração completa duas vezes ao dia, durante dez ou quinze minutos, se podem modificar gradualmente os maus costumes respiratórios aprendidos ao longo de anos."

Mediante a prática desta respiração completa, durante cinco ou dez minutos, se podem modificar gradualmente os maus costumes respiratórios aprendidos ao longo de anos. Também aumentamos a capacidade dos nossos pulmões, diminuímos a frequência cardíaca, reduzimos a pressão arterial e aliviamos a ansiedade. Entramos num estado mais sereno e traqnuilo.

A respiração consciente, lenta e profunda, muda tudo.

Á medida que o ventre se dilata, o corpo de vê atraído para a terra. Cada exalação elimina as tensões, além do dióxido de carbono. Ao concentrar-se em inspirar e expirar lenta e ritmicamente, a mente começa a seguir o ritmo da respiração. Os pensamentos, que costumam ser imediatos e insistentes, parecem menos urgentes. A dor e a tensão muscular, a contração intestinal, a necessidade compulsiva de comer, a desesperada ânsia de ar do asmático e as preocupações de uma pessoa ansiosa parecem menos assustadoras. Começamos a experimentar uma sensação de despreocupação, de poder contemplar nossas preocupações sem nos sentirmos perseguidos por elas. Sem termos que dar uma decisão aos pedidos inclementes de nosso pensamento - isto é a ansiedade.
No processo de respirar consciente e tranquilo, ás vezes, sem poder remediar, um sorriso se desenha em nossos lábios.

Um comentário:

  1. A mulher
    é a deusa mãe
    de toda criação.
    Única,
    distinta,
    completa,
    e a mais bela
    de todas criaturas...


    Poeta Francis Perot

    8 de março dia internacional da mulher...
    PARABÉNS

    ResponderExcluir